PT | EN
PT | EN

CONCERTO CELESTIAL | Faro

 

Sinopse

A Harpa é um dos instrumentos mais belos que se podem ver e ouvir. Este instrumento representa tudo o que apreciamos na delicadeza magnânima da música clássica e são raras as oportunidades de fruição de tal prazer.

Neste concerto a Harpa vai brilhar e, com ela, o Coro da OCS interpreta uma criteriosa seleção musical que a todos levará ao céu. Se os anjos tocarem algum instrumento, a Harpa fará certamente parte dessa orquestra celestial.

 

Obras de B. BRITTEN, G. FAURÉ, P. TCHAIKOVSKY

 

Notas ao Programa


Benjamin Britten nasceu em Lowestoft (Inglaterra) e fez a sua formação musical em Londres, onde acabou por lançar a sua carreira. No entanto, viu-se obrigado a viajar para os Estados Unidos da América, na sequência da situação política europeia que se vivia na altura provocada pela II Guerra Mundial, tendo permanecido lá até ao ano de 1942. A Ceremony of Carols, op. 28, foi composta aquando do seu regresso a Inglaterra, por mar, nesse mesmo ano. Na base da obra, que inclui onze canções, encontramos uma seleção de textos da obra The English Galaxy of Shorter Poems de Gerard Bullet (1893-1958).

 

Compositor e organista francês, Gabriel Fauré, foi considerado o pai da música de câmara francesa. A sensibilidade musical, as linhas melódicas, a homogeneidade e a simplicidade do discurso musical são alguns dos elementos que marcam a estética de Fauré, salientando-se a sua obra-prima Requiem, sobretudo no que diz respeito ao excerto In Paradisum que escutaremos neste concerto.

 

O Hino de Cherubins, cujo texto foi extraído diretamente da Divina Liturgia de São João Crisóstomo – a mais celebrada das cerimónias eucarísticas da Igreja Ortodoxa Oriental –, é uma composição coral de Pyotr Ilyich Tchaikovsky composta em 1878. Nessa época, os oficiais da igreja russa foram rápidos a censurar e proibir a apresentação, pois não consideravam aceitável esta nova aceção para os textos sagrados. Por esse motivo, grande parte da obra de Tchaikovsky foi confiscada. O seu editor viu-se assim entregue a uma longa batalha legal, que acabou por vencer. Essa vitória permitiu que futuros compositores russos criassem música sacra livre de revisões burocráticas.


Programa


B. BRITTEN (1913 -1976)

Ceremony of Carols

 

G. FAURÉ (1845 – 1924)

Requiem

Sanctus

In Paradisum


P. TCHAIKOVSKY (1840-1893)

Hino dos Querubins

 

 

Coro de Câmara Participativo da OCS & Harpa

Rui Baeta, Direção

Inês Cavalheiro, Harpa

 

 

04/12

FARO

Igreja do Carmo

19h00

Entrada livre sujeita à lotação da sala

+ info (OCS) 289 860 890

 

Orquestra Clássica do Sul, Organização

Ordem do Carmo de Faro, Apoio

voltar a coro ocs

AO SOM DE VIOLINOS | Silves

03/02
Silves
Teatro Mascarenhas Gregório
19h00

saber mais

PEDRO ABRUNHOSA & OCS | Faro

12/02
Faro
Teatro das Figuras
21h30

saber mais

Se deseja receber notícias sobre futuros eventos, subscreva a nossa newsletter

Morada
Rua João Brito Vargas
Casa das Figuras
8005-145 Faro
Siga-nos