PT | EN
PT | EN

CONCERTO DE ANO NOVO | Almada [Arquivo]
Programação Regular

O ano de 2023 começa com os já tradicionais concertos de Ano Novo, desta vez, em forma de tributo à Dança. Porque dançar é, desde sempre na civilização humana, uma forma de celebrar e unir a comunidade.

Neste concerto partiremos à descoberta de várias danças do mundo, tão diferentes entre si e tão fascinantes na sua variedade. Haverá lugar, é certo, para a mais famosa valsa de todos os tempos, que evoca a presença do belo e azul rio Danúbio, mas também para incursões por outras latitudes como o chorinho ou o lundu do Brasil, as czárdas da Hungria, as danças rápidas da Roménia, o colorido da dança em Espanha, o frenesim da França fin-de-siècle ou a melancolia de uma valsa russa, segundo a direção e apresentação do maestro Tiago Oliveira.

 

 

Programa


JOHANNES BRAHMS (1833 – 1897)

Dança húngara nº5

Dança húngara nº6

Dança húngara nº7

 

BELA BARTÓK (1881 - 1945)

Danças Populares Romenas

 

ERNESTO NAZARETH (1863 - 1934)

Odeon

 

ERNANI AGUIAR (1950)

Dois Lundus

 

MANUEL DE FALLA (1876 - 1946)

Danza del Fuego (Dança do Fogo)

 

JACQUES OFFENBACH (1819 - 1880)

Galop Infernal

 

VITTORIO MONTI (1868 - 1922)

Dança das Czárdas

 

DMITRI SHOSTAKOVICH (1906 - 1975)

Valsa nº2 da Jazz Suite

 

JOHANN STRAUSS (1825 - 1899)

An der Schönen Blauen Donau (O belo Danúbio azul)

Marcha Radétzky

 

65 minutos, Duração

 

3 de janeiro (3ª-feira)

ALMADA

Teatro Municipal Joaquim Benite

21h00

Bilhetes: https://cta.bol.pt

Informações: T: 212 739 360

 

 

TIAGO OLIVEIRA – MAESTRO CONVIDADO

É com grande entusiamo que a Orquestra Clássica do Sul convida o jovem maestro Tiago Oliveira a assegurar a liderança dos concertos de Ano Novo.

Tiago Oliveira, iniciou o seu percurso musical aos oito anos de idade na Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense. De seguida, dedicou-se ao estudo de piano no Conservatório Regional Silva Marques em Alhandra com a Professora Sandra Almeida. Mais tarde ingressou no Instituto Gregoriano de Lisboa onde iniciou estudos de canto com a Professora Elsa Cortez e piano com o professor Karl Martin Gerhardt, tendo assim concluído o curso secundário de piano.

Posteriormente, terminou as Licenciaturas em Canto na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) com os Professores Armando Possante e Sílvia Mateus e em Piano na Universidade de Évora com a Professora Doutora Ana Telles Béreau, simultaneamente. Mais tarde, concluiu o Mestrado em Piano na Universidade de Évora, investigando "A estadia de Fernando Lopes-Graça em Paris (1937-1939) e respetiva influência na sua obra para piano" na sua tese, sob a orientação da Professora Doutora Ana Telles Béreau. Mas os seus estudos não ficaram por aqui!

Tiago Oliveira, desde 2011, dedicou-se ao estudo de Direção de Orquestra, em Lisboa, com Jean-Sébastien Béreau.

Como maestro convidado dirigiu: Ensemble Vocal MPMP, Orquestra Sinfonietta (Gaia); Orquestra Clássica do Sul; Orquestra Clássica da Madeira; Orquestra de Câmara da GNR; Orquestra Académica da Universidade de Coimbra; Orquestra Clássica do Centro, Sinfonietta de Ponta Delgada, Orquestra Sem Fronteiras e o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa e foi também maestro da Sociedade Artística Musical Carvalhense e coordenador pedagógico da Escola de Música.

Em 2019 terminou o Mestrado em Ensino da Música - vertente Direção de Orquestra na Escola Superior de Música de Lisboa, sob orientação do Professor Jean-Marc Burfin.

Foi professor de Piano e Acompanhador na Ourearte – Escola de Música e Artes de Ourém.

Atualmente é professor de Orquestra na Escola de Música do Conservatório Nacional em Lisboa e desde setembro de 2017 é maestro e diretor artístico da Orquestra Académica da Universidade de Lisboa.

voltar

A TOQUE DE TUBA | Tavira

23/02
Tavira
Igreja do Carmo
19h00

saber mais

MÚSICA A OITO VOZES | Faro

29/02
Faro
Teatro Lethes
19h00

saber mais

Se deseja receber notícias sobre futuros eventos, subscreva a nossa newsletter

Subscrever

Morada
Rua João Brito Vargas
Casa das Figuras
8005-145 Faro
Siga-nos